Texto por Colaborador: Redação 17/07/2022 - 16:24

O Colorado enfrentou o Vasco pelo Brasileirão Sub-20. A partida aconteceu na gelada manhã deste domingo (17/07) no CT Alvorada. Com gol de Allison, cobrando penalti na segunda etapa, o Colorado venceu e voltou a Zona de Classificação do campeonato. Pelo Brasileirão no sábado (23/07) o adversário será o Grêmio, em Eldorado.

Com o resultado o Inter subiu para a quarta posição, com dez pontos, e o Cruzmaltino segue na vice-liderança, com 11.

No primeiro tempo do confronto em Alvorada (RS), o Vasco se lançou ao ataque diante do Internacional e ditou o ritmo do jogo. Arriscando bastante, a equipe carioca se impôs no território colorado e criou as principais chances de abrir o placar. Em uma delas, aos 32, Rayan entrou na área e finalizou com perigo pela lateral direita do goleiro Anthoni. Depois, aos 41, Tavares emendou a jogada, arriscou de fora da área e quase balançou as redes. Na sequência, em mais uma chegada cruzmaltina, Ray finalizou bem e viu a bola passar perto do gol do Inter mais uma vez.

O Vasco seguiu mais ofensivo no segundo tempo e com boas chances de inaugurar o marcador. Aos sete minutos, Rayan quase completou para o fundo das redes após cobrança de escanteio e viu a bola passar rente à trave gaúcha. Em novas chegadas de bola área do time carioca, o zagueiro Felipe Motta foi destaque nos cortes para salvar o Inter. Na marca dos 14, outra chegada vascaína: Rayan rolou para Ray dentro da grande área, que obrigou boa defesa de Anthoni. Segurando a pressão dos visitantes, o Colorado apostava nos contra-ataques e balançou as redes aos 21 minutos. Após cobrança de pênalti, Lucca cobrou com categoria e fez 1 a 0 para o Inter. Nos instantes finais, o Vasco seguiu rondando a área gaúcha, mas o placar seguiu sem novas alterações até o encerramento da partida.

O Internacional atuou com Anthoni; Allan Aniz, Samuel, Felipe e Rangel; Lukayan, Matteo (Kevin Quiñones), Vitinho (Vinícius Souza), Allison e Gustavo; Lucca (Ryan).

 

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

912 pessoas já votaram