Texto por Colaborador: Redação 11/09/2022 - 15:57

O Juventude bateu o Internacional por 5x4 nos pênaltis e carimbou vaga na grande decisão do Estadual. No tempo normal, empate por 1x1, repetindo o placar do jogo de ida. A partida ocorreu na tarde deste sábado (10), na Morada dos Quero-Queros, em Alvorada. Anderson Dias marcou o gol do Inter e Guilherme anotou o gol Jaconero no tempo regulamentar. 

O jogo

O time da Serra não tomou conhecimento do adversário e nem do fato de estar jogando fora de casa e dominou todo primeiro tempo. A primeira oportunidade foi logo aos cinco. Após roubada de bola no meio, Nico fez o cruzamento e Miguel finalizou de cabeça. A bola saiu pela linha de fundo, com muito perigo. Aos 16, Gehring desarmou o adversário no meio e encontrou Miguel. O atacante saiu de três marcadores e tirou do goleiro, mas a zaga, atenta, apareceu para afastar.

Dominando o meio de campo, o Juventude seguiu criando oportunidades e não deixou o adversário jogar. Aos 21, Nico tabelou com Weliton e cruzou rasteiro. A zaga tirou para escanteio. Na cobrança, Weliton finalizou de cabeça. A bola foi na rede, mas pelo lado de fora. Aos 35, Gehring mandou a bola para a área e Marcelo desviou contra a própria meta. Passou perto. Na última oportunidade da primeira etapa, Weliton saiu bem da marcação e arriscou de esquerda. A bola saiu rente a trave.

No segundo tempo o Internacional equilibrou e obrigou o goleiro Luiz Turatto a fazer duas importantes intervenções, ainda assim, a primeira oportunidade foi alviverde. Aos quatro, Natan encontrou Miguel na área, que bateu colocado. A bola subiu demais. Um minuto depois, Turatto apareceu bem para salvar finalização à queima-roupa. Aos 17, o goleiro Jaconero fez nova intervenção importante, em chute da pequena área.

O gol do Verdão começou a se desenhar aos 23. Guilherme invadiu a área, saiu da marcação e cruzou. A zaga, com a mão, tirou para escanteio. O juiz mandou seguir. Na cobrança, Gehring mandou para o meio da confusão e Yuri foi derrubado. Dessa vez, pênalti. Guilherme com categoria só deslocou o goleiro. 1x0. Já nos minutos finais, o Inter chegou ao empate com Wendel, após cobrança de falta na área, o atacante conseguiu desviar para o gol.

Com a igualdade no placar, a vaga para a final precisou ser decidida nos pênaltis. Ricardo, do Inter, carimbou a trave na terceira cobrança. Do lado Alviverde, 100% de aproveitamento. Guilherme Gehring, Nico, Luan, Weliton e Rafa Buckel guardaram. Vitória e vaga garantida na decisão.