Texto por Colaborador: Redação 09/05/2024 - 16:00

O narrador da Rádio Gaúcha, Pedro Ernesto Denardin, abordou o tema da interrupção dos jogos de futebol no Rio Grande do Sul devido às enchentes causadas pelas chuvas intensas. Ele reconheceu a prioridade de salvar vidas, mas destacou que os jogadores também podem desempenhar suas atividades durante a tragédia, assim como em outras profissões. Confira os principais trechos;

DECLARAÇÕES

"Eu concordo com os presidentes de Grêmio e Internacional quando dizem que é importante salvar vidas. Sim, salvar vidas é extremamente importante. Eu só não concordo muito com a ideia de ‘como o jogador vai pensar em jogar futebol agora’. Sim, mas todos estão trabalhando em meio à tragédia. Os jogadores podem trabalhar. Será, se parar o Brasileirão, um problema bastante sério. Os jogos estão acontecendo menos no RS. Sei da dificuldade de recuperar os estádios e gramados daqui, vai ser complicado, mas parar definitivamente as competições é um problema difícil de resolver. Eu não tenho solução”.

“O meu palpite é que, passando o dia 27, Inter e Grêmio vão treinar aonde der, vão sair e treinar em outros lugares. Não há interesse dos outros em parar o campeonato. E Inter, Grêmio e Juventude vão ter que dar jeito de jogar. O problema é sério e complicado, todos sabem disso. Salvar vidas é prioridade e eu estou vibrando com o salvamento do cavalo Caramelo. Mandei doações, estou ajudando e aqui da minha casa estou tentando acomodar as coisas”.

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

186 pessoas já votaram