Texto por Colaborador: Redação 20/06/2022 - 18:08

Segundo informalões do GZH nesta segunda-feira, a perícia contratada pelo meio-campista Coloradao Edenilson garante que o lateral do Corinthians, Rafael Ramos, ofendeu o atleta do Inter com a palavra "macaco" na partida do dia 14 de maio, no Gigante da Beira-Rio.

O documento, ao qual a reportagem do GZH teve acesso, diverge das duas perícias apresentadas pelo jogador do time paulista, que apontam que não houve injúria racial, e da perícia oficial do Instituto-Geral de Perícias (IGP), que alegou não ser possível constatar o que foi dito pelo português.

O relatório da perícia, assinado pelos peritos Roberto Carlos Meza Niella e Silvio Tavares Ferreira, apresenta uma análise de leitura labial das imagens do jogo e uma comparação com os fonemas pronunciados por Rafael Ramos em depoimento concedido ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Além disso, os peritos apresentam um vídeo com diversos falantes portugueses pronunciando a palavra "macaco", sustentando que a articulação vocal seria a mesma feita pelo lateral na partida.

A perícia cita ainda contradições entre os três depoimentos de Rafael Ramos e as perícias contratadas pela defesa do jogador. Segundo o relatório apresentado pelo volante colorado, o lateral corintiano deu versões diferentes para a polícia, para o árbitro e para o STJD a respeito do que aconteceu. Além disso, o documento sustenta que as duas perícias apresentadas pelos advogados do português são contraditórias entre si. Por fim, os peritos alegam que, durante o episódio, o goleiro Cássio teria pronunciado para Rafael Ramos as seguintes palavras: "Rafa, assim não". Este trecho é apresentado como um indício de que o lateral teria sido repreendido pelo próprio companheiro de clube por conta do que teria dito.

"Com base nos resultados das análises periciais, expostos no corpo deste parecer técnico, estes peritos concluem, que a palavra pronunciada da boca do jogador Rafael Ramos tratou-se de “MACACO”, pelas razões expostas e fundamentadas; os 02 (dois) pareceres técnicos emitidos e juntados contradizem a versão do jogador Rafael Ramos e são divergentes entre eles", conclui o relatório.

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

172 pessoas já votaram