Texto por Colaborador: Redação 03/08/2022 - 20:28

O jornalista Luis Álvarez Guevara, ao portal La Republica, postou nesta quarta-feira (3) uma matéria dando conta das cifras envolvendo os plantéis de Inter e Melgar.

Sem surpresas, os montantes revelam uma diferença marcante entre o valor econômico das equipes de Melgar e Inter. A esquadra inca é avaliada em 10 milhões e 480 mil euros, enquanto os colorados valem 71 milhões 250 mil euros, segundo dados do portal Transfermark, especializado no assunto.

Na publicação também se ressalta a marcante diferença nas avaliações dos atacantes dos dois clubes que se enfrentarão nesta quinta-feira no Monumental de la Unsa pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

Na esquadra peruana, “Chaka” Arias tem o preço mais alto do mercado de transferências com 750.000 euros, seguido de Luis Iberico com 600.000 e do goleador Bernardo Cuesta com 500.000. Johnny Vidales fecha a lista com 450.000. O ataque de Arequipa está avaliado em 2.300.000 euros.

Na equipe de Mano Menezes, Wanderson é o mais caro com 8 milhões de euros, ou seja, apenas o ala direito, de 27 anos, vale quase o mesmo que todo o plantel de Melgar. Edenilson vale três milhões. Ambos são os artilheiros do "SCI" no certame com três gols cada, mas não ultrapassam os 8 que Bernardo Cuesta. O ataque gaúcho totaliza 14 milhões e 500 mil euros.

Se isso significará alguma coisa? veremos a partir desta quinta, às 19h15.

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

913 pessoas já votaram