Texto por Colaborador: Redação 06/12/2022 - 11:50

Em entrevista da Rádio Grenal na manhã desta terça-feira (6) com o presidente colorado, Alessandro Barcellos, o mandatário do Clube do Povo respondeu a perguntas sobre vários temas referentes ao Inter. Dentre eles as contratações que o SCI pretende fazer para a próxima temporada, reforços do elenco, além de detalhes do CAPA e outros questões. Confira os principais trechos:

DECLARAÇÕES:

"Esse ano é um ano de revisão estatutária."

Sobre SAF: "Vamos para mais de 4 anos sem ajuste de mensalidade do sócio torcedor. Você precisa manter as suas cores, sua história, sua bandeira."

Sobre SAF: "Nem o mais colorado vai colocar o seu dinheiro em algo que não esteja organizado. Temos que estar preparados para isso, na profissionalização. Estamos trabalhando a preparação do clube para isso."

Sobre revisão estatutária: "Não se pode ir ao Beira-Rio só às 16h da tarde apenas assinar um documento e ir embora logo em seguida."

Sobre a oposição: "Você precisa ter um propósito, que é sempre o clube. Quando você tem outro objetivo que não seja apenas o clube, não se pode misturar política o tempo inteiro."

Sobre Mano: "Vínhamos de trabalhos que não deram certo. Talvez não entregamos as condições ideais de trabalho para estes treinadores, e isso não aconteceu com o Mano. Temos com ele um compromisso de continuidade e assim será."

Sobre renovação de Mano: "Renovamos com ele por convicção. Não tínhamos nenhuma notícia de interesse da seleção brasileira por ele na época. Renovamos com ele pelo bom trabalho desde que chegou."

Sobre o CAPA e avaliação de jogadores: "Temos dentro do CAPA cinco analistas, temos um gerente de mercado e um executivo. Vamos monitorando o mercado, onde trazemos nomes para dentro do clube e buscamos chegar em um consenso quanto ao nome para contratar."

"Eu tenho relatórios passados de jogadores que foram contratados nas últimas gestões e não deveriam ter vindo para o clube. O CAPA vetou as contratações e vieram igual."

"Nós vamos reduzir a folha salarial do elenco. Precisamos abrir espaço para os guris quem sobem das categorias de base e tem desempenhado bem."

"Precisamos enfrentar a dívida do clube, é a nossa principal prioridade nesse momento."

Sobre a base: "O foco maior sempre foi formar jogadores profissionais. É um trabalho de médio e longo prazo. Dispensamos um grande número neste ano, eram jogadores que foram avaliados e não tinham condições de continuar no clube."

"Você não pode responsabilizar o treinador sobre o aproveitamento dos guris. Quem escala é o treino e o campo. A própria torcida as vezes não tem paciência com os jovens que sobem para o profissional e estreiam no profissional."

"Tenho certeza que Estevão, Matheus Dias e vários outros guris vão evoluir muito em 2023."

Sobre Arthur Caleffi ser vice de futebol: "Eu teria total confiança, mas por questões do estatuto ele não pode responder por nenhuma pasta. O estatuto não permite ele responder como vice de futebol."

Sobre vice de futebol: "Se tivermos um vice de futebol em 2023, pode ter certeza que não será como foi no modelo antigo."

Sobre vender jogadores: "Obrigatoriamente teremos que vender alguém. É um orçamento que prevê 130 milhões de reais em vendas. Vamos vender quando for um bom negócio para o clube."

Sobre o Estadual: "O campeonato gaúcho está pagando bem menos."

Sobre Edenilson: "Não teve proposta do futebol árabe pelo Edenilson desde que assumi como presidente do clube. É um grande jogador que sempre ajudou muito o clube desde que chegou."

Sobre reforços: "Temos enfrentado dificuldades em algumas negociações. Não vou comentar sobre nenhum nome de reforço. Nossa ideia é trazer atletas para compor o grupo."

"Com a lesão do Gabriel, buscamos reforçar a posição."

Sobre Taison: "Vamos tratar da melhor forma possível para que o clube e o jogador consigam se sentir bem. O Taison é ídolo da torcida."

Sobre futebol feminino: "Aumentamos o orçamento gradativamente, conforme ano a ano. Estamos aumentando o investimento de 5,5 milhões de reais para 7,5 milhões de reais para 2023."

"7,5 milhões de reais são poucos clubes no Brasil que podem investir em futebol feminino."

Sobre preparador físico: "Nós temos hoje um preparador físico no clube que vem das categorias de base. É necessário que a gente traga mais alguém. Estamos estudando e vendo quem trazer para a função na comissão técnica."

"Tenho certeza que com a força do torcedor vamos buscar o título do campeonato gaúcho neste primeiro momento de 2023."

Categorias

Ver todas categorias

Alemão demonstrou capacidade suficiente para ser o n°9 titular em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

734 pessoas já votaram