Texto por Colaborador: Redação 27/12/2021 - 20:51

O vice-presidente de futebol Emílio Papaléo Zin e diretor executivo Paulo Bracks concedem entrevista coletiva sobre a nova comissão técnica na noite desta segunda-feira. Confira como foi.

VÍDEO:

DECLARAÇÕES:

Emilio Papaleo Zin, vice de futebol:“Uma coisa é contratar um treinador que esta livre no mercado, outra coisa é trazer alguém que possui um vínculo com outro clube. O Medina se desvinculou do Talleres há quatro dias. Se isso é demora, então somos demorados.”

Sobre não se pronunciar nos últimos dias:“Enquanto houver negociações, não falaremos nada. Isso não é falta de comunicação. Temos que manter o sigilo. O Internacional jamais trabalhará sob pressão.”

Sobre contratação de Alexander Medina:“Estamos satisfeitos, com sensação de dever cumprido. Este é o primeiro passo para a retomada das conquistas que o torcedor colorado tanto merece.”

-------------------------------------------------------------

Paulo Bracks, executivo de futebol:“A gente tem um investimento muito grande no Inter de conhecimento. Temos diversos setores que trabalharam incessantemente para buscar o melhor nome para comandar o clube neste momento.”

Sobre Paulo Sousa:“O Internacional não irá entrar em leilão. Se soubéssemos, teríamos saído do negócio já no começo. Depois disso, partimos para a negociação com Medina.”

Sobre negociação com Medina:“Contratos seguros são complexos. E a definição com Medina foi resolvida apenas hoje. O contrato será de um ano, com gatilhos para renovação automática de mais um ano.”

“Não foi uma negociação simples, tiveram algumas travas que fizeram com que nos afastássemos no começo. Mas após sair de outra negociação, conseguimos fechar um acordo com Medina.”

Sobre contratações: “Uma das lacunas que possuímos em nosso elenco é em relação aos extremos. Se tivermos possibilidade, faremos mais de uma mudança neste setor.”

“Acho que a espinha dorsal e o modo de jogo deste time se encaixam perfeitamente no estilo de jogo do Medina.”

Sobre demora para reformulação:“Não vou entrar em polêmicas, mas o tempo de reformulação no elenco será o tempo que acharmos necessário para entregar um elenco competitivo para 2022.”

“Temos um trabalho muito criterioso, com apenas um objetivo: deixar o Inter mais qualificado. Respeito a ansiedade da torcida, é totalmente compreensível. Mas na imprensa, não consigo entender.”

“A gente procura fazer um elenco equilibrado, tanto desportivo, quanto financeiro. O Inter precisa de ativos, jovens promissores, mas eles não jogam sozinhos. Precisam de um respaldo de atletas experientes.”

“Entendemos que jovens como Kaique, Paulo Victor, Gustavo Maia e até o Palácios terão seu ano agora, em 2022.”

“Apostamos muito em jovens, mas também precisamos de jogadores com uma experiência maior. Já identificamos isso no nosso mercado.”

Sobre o tempo de contrato com Medina: “Foi um acordo. A gente quer mudar o que ocorreu recentemente com o clube. Quando se tem um contrato de um ano, você tem uma proteção maior dentro do objetivo que você traça.”

Sobre impacto por não ir à Libertadores: “É um impacto financeiro, que nos limita à alguns investimentos. A diferença financeira é grande. Mas teremos que ser criativos, continuar buscando eficácia dentro do mercado.”

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

910 pessoas já votaram