Texto por Colaborador: Redação 02/11/2022 - 20:30

Confira um compilado com as principais declarações do técnico Mano Menezes após o duelo diante do América-MG (0x1) desta quarta (2), em partida pela 35° rodada do Brasileirão:

DECLARAÇÕES

Atuação e derrota: "Fazia tempo que não sentíamos o gosto amargo da derrota. Quando vencemos, não fomos brilhantes sempre. O futebol é assim. Até não merecíamos ter perdido. Tivemos boas chances. Tivemos a penalidade para sairmos na frente, o que nos daria uma condição boa. O jogo estava controlado, mas a gente descuidou e tomamos um gol que não costumamos tomar. O jogador nem pulou. Ele só escorou a bola (...) Saímos um pouco da zona de conforto. O América-MG teve esse mérito. O jogo ficou mais disputado e mais físico. O jogo foi de bola mais alta, principalmente no meio-campo. Mesmo assim, poderíamos ter feito mais por nós. Isso às vezes acontece. Às vezes as coisas não funcionam. Temos de aceitar".

“O jogo foi de bolas mais altas e marcação mais apertada. O América nos tirou do conforto e isso foi mérito total deles. Jogamos só pelo lado esquerdo, não construímos nada pela direita. A equipe vai se formando e aprendendo com jogos como esse de hoje. Nem sempre a partida vai ser conduzida como nós queremos. Temos que aprender a lidar com isso.”

“O Pedro Henrique tem uma jogada individual muito forte e nós já imaginávamos uma necessidade maior de um jogo coletivo, por isso optei por começar com o Wanderson.”

Vice-campeonato: " O torcedor pode achar menos importante a segunda colocação. Nós, não. Vamos lutar pela melhor colocação. A nossa campanha é uma boa campanha no segundo turno. Muito boa, eu diria. Nosso objetivo é terminar da mesma forma que tivemos até aqui. Temos de tirar os ensinamentos. Aconteceram coisas importantes para tirarmos como lição".

Contratações pra 2023: “Nós não podemos especular nomes, a imprensa sim. Respeito o trabalho de vocês e entendo, mas eu não posso falar nada sobre isso.”

Categorias

Ver todas categorias

Alemão demonstrou capacidade suficiente para ser o n°9 titular em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

203 pessoas já votaram