Texto por Colaborador: Redação 20/09/2022 - 03:36

A Academia do Povo venceu o Dragão por 2 a 1 nesta seguda-feira no Centro-Oeste, com dois gols de Pedro Henrique na etapa inicial. O técnico Colorado Mano Menezes falou sobre a partida e respondeu as perguntas dos jornalistas. Confira os principais trechos.

DECLARAÇÕES

Vitória e atuação: "Esperávamos um jogo duro. O jogo teve momentos bons para o Inter e momentos bons para o Atlético-GO. Quando fizemos o gol, estávamos em dificuldade. O Atlético-GO arriscou bastante. A gente aceitou o risco. Sabíamos que o meio ia ficar aberto, mas apostamos na nossa capacidade de definição (...) O empate não bastava. Tínhamos de vir aqui e tentar vencer. Fizemos dois gols. Poderíamos ter feito uma vantagem maior, mas pecamos um pouco. No segundo tempo, podíamos encaixar o terceiro gol. Na parte final, sentimos muito o jogo. Saímos de um clima muito oposto. Estávamos preparados para isso. Pensei em trabalharmos a equipe de forma mais compacta, mas tomamos um gol na bola longa".

“Sentimos muito na segunda parte. Principalmente neste mês, em setembro ou outubro, para nós que somos do Rio Grande do Sul que saímos de uma situação climática oposta, sofremos muito na segunda etapa. Trabalhamos com o Pedro (Henrique) na semana, mostrando algumas coisas, as tomadas de decisões. Ele é muito agudo e começar a ter variação para essa capacidade. Às vezes enxergar um companheiro, jogar sem bola, o tornará mais completo.”

Formação do meio-campo: “A ideia para sair da pressão era trabalhar a bola, ter mais qualidade de jogo, de bola no pé. Pensamos o jogo para isso e por isso a escolha foi essa. Mas cada jogo tem suas possibilidades. Temos o Liziero, um volante mais defensivo. Hoje tivemos David entrando bem depois de bastante tempo. Temos Gustavo Maia treinando bem e a gente tem que elogiar isso.”

“Não tenho dor de cabeça nenhuma com jogador bom. Jogador que entrega e ajuda a resolver é bom para a equipe, bom para todo mundo. Mas, temos uma maneira de jogar. A equipe se ajustou assim, e ela será mantida.”

“Elogiar também o Mercado, que mesmo com um nenê de dois dias, esteve aqui. E nos ajudou muito. Essas coisas tem muito valor, mas isso quando começar a acontecer, é sinal de que as coisas estão sendo bem conduzidas.”

"Eu espero que com estes resultados estejamos conquistando cada vez mais a confiança do torcedor. Esperamos que ele esteja conosco no próximo jogo para continuarmos na luta pelos pontos do campeonato."

Pedro Henrique: “Se um funciona melhor que o outro, vamos pensar para aquela função. Mas, o time tem bastante claro as funções que ela necessita para ser a equipe que está na segunda colocação e vamos continuar assim.”

Alemão: “A equipe toda evoluiu. Ele está dentro do contexto, assim como Pedro, assim como outros. Não chegaríamos onde estamos com 1 ou 2 jogadores. Tivemos 3 jogadores importantes fora e fomos bem.”

Trocas: "Tentei tornar a equipe mais compacta após criarmos a vantagem. Coloquei o De Pena para ajudar o Renê e depois completamos com o Moledo."

Momento da temporada e objetivos: "É um momento especial da temporada. Chegamos aqui e queremos aproveitar esse momento. Estamos disputando uma vaga na Libertadores. Tem um sonhozinho (possibilidade de título) lá no final. Vamos continuar sonhando, mas vamos trabalhar duro. Os adversários são muito bons. Temos que responder com uma sequência boa (...) "Estamos alcançando nosso objetivo que é a vaga na Libertadores. Continuamos com aquela esperança pequena lá no fundo, mas é muito difícil, todas as equipes são muito qualificadas."

Seu trabalho: "Nunca quis ser unanimidade. A crítica ela chega e nós sempre tentamos absorver para quem sabe rever algo, mas o Inter não está onde está por minha causa. Precisamos aproveitar este momento, para quem sabe conseguir ter o final que desejamos."

Opções para o próximo jogo: “Mais ofensivo do que hoje? Então não serei eu o treinador (risada). Hoje jogamos com um volante, Edenílson, que é terceiro de meio. Alan Patrick, o nosso armador e Maurício, nosso meia-atacante.”

Sobre estar sem opções para a lateral-direita no próximo jogo: “Vamos ficar sem Bustos no próximo jogo e vamos ter que encontrar uma solução. E justamente no jogo contra o Bragantino, aconteceu isso (não poder contar com Weverton).

Situação de Wanderson: “Não vou dizer 100% porque cada jogador tem as suas peculiaridades. Mas, tenho certeza que ele estará à disposição para a partida contra o Bragantino.”

Daniel: “Não sabemos ainda. Na quarta fará um exame. Mas, já descartamos o pior, que era um descolamento. O olho sempre é muito delicado. Vamos ver como reage, e na quarta ou quinta poderemos ter uma posição para passar para vocês."