Texto por Colaborador: Redação 24/01/2023 - 11:23

Em entrevista ao portal do ge.com, o meia Colorado Mauricio vê a sua responsabilidade aumentar dentro da equipe Alvi-Rubra. Ele respondeu as perguntas a respeito da pressão por conquistas no Beira-Rio, celebrou a boa fase e respondeu sobre o que espera em 2023. Confira os principais trechos.

DECLARAÇÕES:

Ser mais protagonista em 2023: "Acho que protagonista depende muito dos jogos. Eu acho que a gente tem muito bons jogadores. Às vezes um acaba sendo protagonista no jogo e outro não, mas acho que a nossa força positiva fala muito mais alto do que apenas um jogador."

Amadurecimento: "Criei muito mais responsabilidade. Tivemos anos difíceis, eliminações difíceis, mas acho que consegui melhorar minha parte mental. Ano passado foi de altos e baixos, comecei como titular depois acabei perdendo um pouco de espaço. Acho que consegui melhorar minha parte física também. Isso é muito importante porque é cheio de campeonatos, jogos difíceis. Consegui melhorar isso e também com a chegada do professor (Mano Menezes) e com os jogadores acabamos tendo mais uma união e foi primordial para conseguir um ótimo resultado no brasileiro."

Ano de 2023 em comperação com 2022: "A troca do treinador muda de ideias porque cada treinador tem seus desafios de trabalho, de treino, de recuperação. Então como terminamos bem e o professor seguiu, está muito mais natural. Não teve muita mudança até por causa da pré-temporada. Às vezes é muito complicado que você tem que trabalhar mais a parte física do que a parte técnica para se condicionar novamente para poder suportar os jogos. Acho que essa sequência que está todo mundo junto ainda é muito importante."

Importância de Mano: "Para mim ele foi importante, não só comigo mas com todos os jogadores. Às vezes com o calendário acaba ficando muito curto para treino e mais para conversas. Acho que a troca de experiência é sempre muito importante, ainda mais questões de posicionamento, coisas de sistema de jogo, acho que isso influencia bastante."

Inter briga por títulos? "Com certeza, temos que assumir a responsabilidade. Sabemos que está há um tempo sem conquistar (títulos), então é a hora de estar todo mundo focado para conquistar coisas, que é o que a gente mais quer."

Pressão pelo jejum do clube: "Acho que cobrança é igual, se ganha esse ano o Gauchão, ano que vem tem que ganhar de novo. Então mesmo não tendo ganho nos outros anos, se a gente ganha esse, no outro tem a mesma vontade de ganhar. Sabemos que já faz um tempo (que não é campeão), mas estamos focados em justamente conquistar esse título que é muito importante."

Categorias

Ver todas categorias

Alemão demonstrou capacidade suficiente para ser o n°9 titular em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

734 pessoas já votaram