Texto por Colaborador: Redação 06/07/2022 - 00:10

No maior público do Beira-Rio desde a reabertura dos portões de nossa casa, Clube e Povo deram show. Entre a recepção com Ruas de Fogo e o show de luzes depois do apito final, quatro gols fizeram a festa da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande. Superado por 2 a 0 na ida, o Inter levou um susto no começo do jogo desta terça-feira (05/07), quando Costa marcou para o Colo-Colo, mas Alan Patrick e Edenilson, ainda no primeiro tempo, viraram. Já na segunda etapa, Alemão e Pedro Henrique garantiram a vaga nas quartas da CONMEBOL Sul-Americana. Após o jogo, o atacante eleito o melhor do confronto, Pedro Henrique, falou aos jornalistas sobre a importância da classificação. Confira suas declarações:

"Todos contribuíram muito. Podemos dar ao nosso torcedor uma noite feliz. Sabemos que temos um caminho até a final da Sul-Americana. É uma noite especial para mim, fazer esse gol pelo meu time do coração. Poder ver minha família, meus amigos e essa imensa torcida feliz, isso não tem preço. Tô muito feliz por ver o que o time pôde entregar dentro de campo". (...) É um jogo que era especial, que a gente precisava virar. Sabíamos do ambiente, sabíamos que o torcedor ia nos apoiar. Porém, teríamos que fazer por merecer dentro de campo. Apesar do susto do início, quando tomamos o gol, a gente demonstrou um poder de reação."

Importância do jogo: "Pela grandeza do Internacional, todas as competições que joga, desde o Gauchão, até competições nacionais e internacionais, o Inter entra como candidato. Mas isso precisa ser construído e a gente vem construindo isso, passo a passo (...) Quando se ganha, não está tudo certo. Quando se perde, não está tudo errado. Manter esse equilíbrio, ter a consciência que podemos fazer melhor. Nas duas competições, obviamente. O resultado era adverso e a gente teve cabeça no lugar".

Reversão após gol chileno: “Nós conversamos antes do jogo sobre o que faríamos caso o gol demorasse a sair ou caso a gente tomasse um gol, então estávamos preparados para isso e seguimos em frente, não perder a concentração, não perder o foco. O Daniel salvou muitas vezes e, após aquele lance, ele foi perfeito todo o jogo (...) O Dani é um menino de ouro, um baita goleiro. Nos salvou, hoje, depois daqueles momentos. Coisas do futebol. Um atacante pode errar o jogo todo, mas se fizer um gol pode ser decisivo. Para o goleiro é diferente. Todos são importantes e vamos fortes pros próximos adversários".

Importância da torcida: “Aquela chegada mexeu conosco. Joguei no futebol turco, que usa muito sinalizador, mas igual hoje eu nunca vi. Sentimos os torcedores batendo no ônibus e isso com certeza nos motivou. Sobre essa atmosfera, antes do jogo, são momentos especiais quando o torcedor se mobiliza assim. Tive a grata experiência de, hoje, participar disso. Gravei com meu telefone, deixei registrado. Sonhei com isso muito tempo (...) Desligamos as luzes do ônibus e conseguimos sentir a atmosfera das ruas de fogo. Essa chegada ao estádio nos motivou bastante. Foi especial. Espero mais vezes o torcedor fazer isso."

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

1053 pessoas já votaram