Texto por Colaborador: Redação 20/09/2022 - 03:57

Embora a luta pelo título ainda seja bastante complicada e claramente difícil com 8 pontos de diferença para o líder, o Internacional fará de tudo para tornar essa briga mais acirrada, sobretudo tendo em vista os próximos dois jogos quando atuará em casa e o Palmeiras, fora frente Atlético-MG e Botafogo. Nesse clima de decisão, o presidente colorado, Alessandro Barcellos, falou sobre o momento vermelho e conclamou os torcedores a apoiarem a equipe no Beira-Rio diante de Bragantino e Santos. Confira suas declarações pós-vitória sobre o Atlético-GO, por 2 a 1, em Goiânia:

"Primeiro queria exaltar o feito importante da torcida colorada, que compareceu ao Beira-Rio. A relevância que é pro futebol brasileiro essa competição nacional e podermos chegar na final, disputando o título. As Gurias sabem a dimensão do Inter, mostraram dentro de campo. Temos muita confiança nesse jogo de São Paulo. Acreditando que é possível, respeitando o grande adversário que é o Corinthians (...) Agora quero fazer um chamamento para esses dois jogos. O estádio precisa fazer a diferença. Conclamamos o torcedor. É decisão jogo a jogo. Agora é a hora de o torcedor nos ajudar. São pontos importantes. Cada jogo é fundamental para que a gente possa buscar aquilo que é desejo a todos, uma vaga (na Libertadores), sonhando com a possibilidade de título. Está dentro do nosso horizonte, acreditando no nosso trabalho"

"A gente trabalha sempre para conquistar títulos, desde o primeiro dia. Entramos em meio a uma competição e tratamos de ajudar naquele momento. Quase conquistamos (Brasileirão). Depois tivemos uma temporada complicada, mas sempre tentando acertar. Era necessário continuar acreditando naquilo que defendemos desde o começo, que é o profissionalismo nas mais diversas áreas. Isso está dando resultado, mas ainda é necessário muito mais. Sabemos que o Inter não pode se contentar com uma vaga, mesmo sabendo da importância. O Inter precisa de títulos e um trabalho precisa de continuidade. Por isso, a renovação do Mano e o trabalho para a manutenção do grupo .”

“Vemos um grupo solidificado, com valores importantes, que precisavam ser resgatados na história do Internacional. A questão da fome, da vitória, da busca pelo título. E são palavras que fazem parte do dia a dia do vestiário.”

VAR no jogo de hoje: “Temos defendido a profissionalização da arbitragem, o nivelamento de critério. E acho que isso não está acontecendo. Mas é inadmissível, num jogo entre Inter e Cuiabá, você coloque um árbitro que nunca apitou na Série A. Hoje, foram 7 minutos procurando um problema onde não existia. Precisamos ter essa atenção redobrada, tenho certeza que não é só o Inter que pensa assim, converso com Presidentes de outros clubes. Qualquer erro pode comprometer, como comprometeu em 2020/2021.”