Texto por Colaborador: Redação 05/08/2022 - 00:41

Confira um compilado com as principais declarações do técnico Mano Menezes após o duelo diante do Melgar (0x0) desta quinta-feira (4), em partida pelas quartas de final da Sul-Americana:

Atuação e resultado: "Nós viemos aqui com 3 objetivos. O primeiro deles, porque é o regulamento, voltar vivo pra casa, pra levar a decisão pra nossa casa. Segundo, levá-la em igualdade. Terceiro, se pudéssemos construir uma vitória, lutaríamos pra construir. Conseguimos a do meio, porque tivemos, depois das dificuldades iniciais dos primeiros minutos, um ajuste melhor. No segundo tempo, já defendemos bem. Com 10 homens, defendemos melhor ainda, mas sabíamos que o jogo tinha um caráter de dificuldade bastante grande".

"Depois das dificuldades iniciais, tivemos um ajuste defensivo. No segundo tempo já defendemos bem. Com 10 jogadores, nos defendemos melhor ainda. Sabíamos que o jogo tinha um caráter de bastante dificuldade. Temos que perder essa mania brasileira de achar que todos os outros são menos que nós. Se olharmos a trajetória do Melgar, esta aí confirmada a trajetória de uma equipe bem construída, que joga um futebol bem jogado, que tem um ótimo técnico. Passaram grandes adversários aqui, como o Racing, e todos sofreram e todos perderam. Então, tínhamos que ter essa noção clara de como fazer o jogo e acredito que a equipe fez, boa parte, bem feito (...) Tínhamos de ter essa noção de como jogar. Boa parte, a equipe fez. Tivemos pequenos detalhes (por melhorar). Quando esses detalhes não funcionaram, o Daniel esteve lá para confirmar o grande goleiro que é."

“Eles tiveram vantagem hoje pela velocidade da bola, já que os atacantes que estão acostumados com isso tentam se aproveitar disso".

Expulsão de Alemão:  "Todo mundo dá bergamota pro Alemão. Hora dessas, ele fica nervoso. Vamos começar a dar um pouquinho de maracujá, pra ver se dar um equilíbrio a mais e ele acalme. São jogos difíceis, contra jogadores rodados e você aprende. Isso faz parte da formação dele. Ele vai entender isso e, em outras vezes, vai estar preparado. Ele tomou um cartão amarelo que não precisava tomar. É duro jogar assim. Às vezes, o time não está oferecendo bolas de qualidade. Você tem dois ou três zagueiros disputando. Isso tira o equilíbrio emocional. Não vamos crucificá-lo. Não foi culpado de nada. É importante aprender".

Volta: "Não vamos nos iludir com facilidades que não vamos ter no segundo jogo, tirando aquelas que iremos conquistas pela nossa competência (...) Os times mandantes, geralmente, tomam a iniciativa do jogo, porque o ambiente é mais favorável. O mesmo número de torcedores que estiveram a favor do Melgar vão estar ao nosso favor em Porto Alegre. Essas questões passam a estar a favor (...) Mas isso não é tudo. Temos que ter qualidade. A equipe vem fazendo gols. Fez 3 contra São Paulo, 3 contra Atlético-MG, 4 contra Colo Colo. Cada jogo tem sua história. Esses já passaram. Nossos adversários tão vendo como jogamos, como marcamos nossos gols".

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

913 pessoas já votaram