Unanimidade? Coudet deve ficar em 2024? Confira avaliação: 'está mais maduro'

Texto por Colaborador: Redação 24/10/2023 - 06:30

Em uma enquete na página inicial do site perguntamos há algumas semanas aos colorados: Coudet deve ser mantido em 2024? Até aqui (24/10), foram 83% para sim, 8% não e apenas 9% de indecisos, números que aparentemente demonstram um grande apoio dos torcedores ao trabalho do argentino. Mesmo caindo nas semifinais da Libertadores de maneira chocante, há indícios de que sua permanência deveria ser assegurada? Tentamos responder essa pergunta... confira o debate entre nossa equipe no Conversa de Boteco: 

ARIEL

"Ao meu ver, Coudet deve sim, renovar e seguir no Beira-Rio para a próxima temporada.

O técnico me surpreendeu nessa segunda passagem pelo Inter. Ademais do que já conhecíamos dele na primeira passagem, no que diz respeito a ideia de jogo, e maneira de tentar montar a equipe, vi um profissional mais maduro e mais seguro, conhecendo melhor o futebol brasileiro e suas nuances, além de adaptar melhor a suas ideias ao que tem em mãos.

O Inter de Chacho não é ainda vencedor o suficiente, mas parece que com ele, temos algo, vemos evolução e ideia sendo criadas e montadas, vemos um trabalho que raramente conseguiu se ver no Clube dos últimos anos, um time que consegue encaixar o que é o Inter como essência.

Ao mesmo tempo, como todo profissional, ele não é perfeito. Muitas vezes na minha visão, ele tem uma leitura deficiente do jogo, com trocas confusas ou as vezes demorando para agir. Também vejo o Inter ainda perdendo pontos por algo que é quem sabe, o aspecto mais positivo dele: o de tentar vencer sempre.

Acredito que como estamos ainda em fase de adaptação ao seu jogo, ou as vezes com muitas modificações, tentar ser menos ofensivo e garantir um empate pode ser interessante, esse é um ponto que vai contra as suas ideias, mas quem sabe, no ano que vem com um time mais maduro e um elenco mais bem montado, principalmente com boas opções no banco, ele possa seguir fazendo e dar ainda mais frutos.

Seria importante também começar um trabalho já en andamento, e não do zero mais uma vez. Além do que, o mercado, não parece muito atraente com opções melhores".

ISRAEL 

"Coudet deve seguir no comando do Colorado com toda certeza!

Se em poucos meses já estamos conseguindo ver o time jogar com marcação pressão, gerando boa quantidade de chances por partida e com melhoras no condicionamento físico dos jogadores, ele tendo mais tempo e podendo executar o trabalho desde o começo do ano é uma possibilidade de vermos ainda mais o trabalho do Coudet em prática, um treinador que tem evoluído na maneira de trabalhar, com um repertório e mais variações de jogo, e o vejo preparado para nos ajudar a alcançar os resultados que esperamos, desde que também tenhamos algumas pontuais contratações para reforçar o grupo e especialmente fazer os suplentes um elenco mais próximo aos titulares".

ALAN

"Assim como meus companheiros, eu manteria Chacho para 2024 sem sombra de dúvidas, e tento explicar os motivos logo abaixo.

Em seu retorno neste ano, o recebi inicialmente com cautela pelos seguintes fatores: instabilidade interna nos clubes onde passou, seguidas reclamações do grupo de maneira pública - o que gerava uma falta de aglutinação interna, criando um ambiente que atrapalhou seus trabalhos a longo prazo - e uma ideia apegada demasiado (até contra o bom senso em alguns momentos) em seu formato único de jogo, ou seja, de insistir em um time "de uma batida só", sem ser minimamente maleável, se tornando previsível em alguns meses. Para minha grata surpresa, no entanto, presenciamos nestes últimos 3 meses um Coudet mais maduro em todos os apontamentos que citei, pensando muitas vezes os jogos em diferentes estratégias, ainda que com uma "identidade" visivelmente perceptível. 

Pra mim, Coudet tem provado ser um dos melhores comandantes no dia a dia de treino, o que se vê em campo - mesmo com poucos dias de trabalho - salta aos olhos, com um time organizado, que sabe e cumpre o planejamento como poucos no Brasil. Esses fatores, portanto, seriam os principais motivos para mantê-lo: de que se trata de um grande treinador, que deu um passo a mais com os cabelos brancos que ganhou. Todavia, é claro que ele não é perfeito, e mostrou isso também no Beira-Rio com escolhas que custaram caro contra o Fluminense no Maracanã, ou em outros jogos da Série A. Ainda assim, não conheço até hoje nenhum técnico que não cometa erros em suas escolhas, e muito de suas possíveis falhas poderiam ter sido ajustadas com os atletas anotando gols claríssimos ou decidindo de fato na hora H.

Indo mais além, contudo, o ponto mais crítico em uma possível permanência é a carência do elenco. Tirando a defesa e em alguns setores do meio de campo, não temos opções que realmente somem durante o jogo no arco, na armação e nas alas ofensivas, além da centroavância. Este, no meu ver, foi o grande problema durante 2023 e que culminou em uma temporada insatisfatória. Coudet, quando teve somente as peças do 1° semestre, conseguia fazer o time atuar plasticamente de maneira mais convincente, mas os números foram até inferiores aos de Mano. Um trabalho vencedor não inicia de baixo para cima, mas cima para baixo, ofertando, antes de tudo, recursos para um trabalho que realmente possa alcançar as glórias. Não se pode inverter as causas começando no sentindo inverso.

Assim, penso que seria muito recomendado manter o argentino em 2024, já que possuímos - pela primeira vez nos últimos anos - um XI realmente forte, restando capacidade de organização para montar um plantel e um trabalho consisente ao redor. Por fim, também não vejo opções melhores no mercado, o que obrigaria o clube a novamente a perder estes meses de trabalho".

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

119 pessoas já votaram