Texto por Colaborador: Redação 04/06/2022 - 16:08

O atacante Colorado Wanderson foi o convidado de estreia do Paredão do Guerrinha, podcast do GZH. Em um bate-papo descontraído com Adroaldo Guerra Filho, o atleta de 27 anos falou sobre a sua chegada ao Gigante da Beira-Rio e o seu futuro. Confira os principais trechos.

DECLARAÇÕES:

Opção pelo Inter: "A transparência na hora da negociação. No momento que eu saí da Rússia, nos primeiros momentos, não queria ter contato com futebol, queria ficar com a minha família. Vivi momentos de tensão na Rússia, porque estava sozinho. Meu irmão me falou da transparência que o Inter mostrou, do projeto apresentado. Fiquei bem curioso em conhecer as pessoas. Tivemos várias conversas, com o presidente, o treinador, que me falou da forma que o Internacional gostaria de jogar. Eu vi que era um grande clube, um clube que necessita de títulos. Eu tinha um sonho de jogar no Brasil, mas quero conquistar títulos também."

Sobre a guerra na Ucrânia e a situação na Rússia -  e o seu futuro: "Tenho muitos amigos na Rússia. Tenho contato quase diariamente com eles. Mas a situação lá está um pouco complicada. Quando eu saí do Krasnodar, o campeonato ainda estava em andamento, não teve pausa por causa da guerra. Há pouco tempo o campeonato acabou, com o Zenit campeão. Eu estou muito feliz no Inter, em Porto Alegre, e espero ficar aqui. Espero conquistar muitas coisas, mas isso não depende só de mim."

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

172 pessoas já votaram