Texto por Colaborador: Redação 01/06/2023 - 02:05

 Um Alessandro Barcellos cabisbaixo deu a cara a tapa após mais uma desclassificação em sua gestão. Caindo desta vez para o América-MG, com um Beira-Rio lotado, o mandatário máximo vermelho respondeu sobre o momento do clube em coletiva aos jornalistas após a partida. Confira os principais trechos:

Desclassificação: "A gente vem aqui num misto de tristeza e frustração, para falar sobre uma eliminação que não estava nos nossos planos. Uma eliminação que, penso, começou no jogo de ida. Num lance em que fizemos o gol e fomos penalizados com a expulsão (...) Começou no jogo de ida. Fizemos gol e fomos penalizados com expulsão. Detalhes do futebol. Se repetem hoje. Lances que poderíamos ter ampliado resultado".

"Poderíamos ter ampliado o marcador. Buscamos o resultado. Precisamos agradecer o torcedor. Essa sinergia, desde a chegada do ônibus, foi muito importante".

"Quero agradecer o torcedor, sei que quando você não ganha, parece que nada vale a pena, agora é seguir, vamos buscar forças, pelo Inter, sempre pelo Inter, já no final de semana vamos iniciar esse trabalho. A gente tira força dessa torcida, que acreditou até o fim."

"Eu queria estar aqui falando de uma classificação, mas estou aqui explicando o momento que a gente tá passando (...) Fizemos esforço para manutenção da equipe. Isto nos deixou com expectativa. Não aconteceu com segunda eliminação. Trabalho permanente de busca por soluções de ordem física, tática e mental (...) Claro que quando você não atinge o objetivo você errou em alguma coisa, às vezes não é só um fator."

Sobre uma possível melhora de desempenho: "Com esse grupo que foi vice campeão brasileiro a gente acredita que isso é possível. A gente acredita que é possível render mais com esse grupo que o Internacional tem."

Sequência da temporada: "Temos um jogo fundamental no Uruguai. Vamos fazer com que todo mundo esteja focado e priorizar as duas competições que nos restam. Não considero que o ano esteja perdido. Estamos na liderança do grupo e vamos lutar pela Libertadores. O Campeonato Brasileiro está na oitava rodada, então não considero que o ano esteja perdido".

Sobre o financeiro do Internacional: "A gente tá preocupado com resultados e títulos, mas também com o futuro desse clube".

Rivalidade Gre-Nal: "A gente vive essa realidade porque é o torcedor que faz o futebol e quando ele tem essa diferença de realidades tenho certeza que pesa naquilo que é o sentimento do torcedor."

Sobre o técnico Mano Menezes: "Começamos o ano de 2022 com muita dificuldade, a chegada do Mano foi fundamental".

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

186 pessoas já votaram