Texto por Colaborador: Redação 11/07/2024 - 02:38

Após a derrota por 2 a 1 para o Juventude na quarta-feira (10), o Internacional decidiu demitir o técnico Eduardo Coudet. A decisão foi anunciada pelo presidente do clube, Alessandro Barcellos, em uma coletiva de imprensa após o jogo. Barcellos garantiu que a diretoria está empenhada em encontrar um novo treinador, respondeu perguntas sobre a saída de Coudet e o perfil desejado para o próximo técnico, mas evitou mencionar nomes específicos.

Quando questionado sobre a rapidez na contratação de um novo técnico e a possibilidade de ter um substituto até domingo (14), para o jogo decisivo da Copa do Brasil contra o Juventude, Barcellos afirmou:

— Vamos trabalhar (para ter um novo técnico já no domingo). Mas não vamos fazer nenhuma contratação afobada a ponto de a gente correr riscos. O Campeonato Brasileiro ainda tem dois terços pela frente, nós acreditamos que vamos pontuar muito, subir muito e brigar lá em cima. Portanto, vamos ter o cuidado para não fazer nada precipitado.

O presidente preferiu não revelar possíveis candidatos ao cargo, mas garantiu que o clube já possui um perfil estabelecido pelo departamento de futebol:

— A contratação de um treinador vai obedecer a critérios técnicos e não de custos. Nós vamos trabalhar, precisamos ter um comando à altura do grupo que montamos. Isso com a realidade do futebol brasileiro. A gente já tem, pelo histórico, um banco de dados importante, onde tem ali todas as características dos treinadores, como eles trabalham e montam suas equipes, um material extremamente técnico, que nos ajuda muito a filtrar, naquele modelo que a gente entende que o Inter procura — explicou Barcellos, acrescentando:

— Seguimos procurando um modelo, ainda que talvez não tenha tanta intensidade, pois o calendário vai nos matar, e eu não vejo nenhum time brasileiro jogando com intensidade. A gente vai ter que olhar para isso. Vamos tentar acertar, pois não temos tempo para errar.

No Brasileirão, o Inter acumula 19 pontos em 13 jogos, estando 18 pontos atrás do líder. O time ocupa atualmente a 11ª posição na tabela, em um campeonato que desde o início do ano foi tratado como prioridade pelo clube.

Barcellos reafirmou que o Brasileirão continua sendo a prioridade, apesar das dificuldades enfrentadas devido às enchentes. Ele garantiu que o clube está empenhado em alcançar seus objetivos:

— Nosso objetivo imediato é recompor o departamento de futebol e buscar a classificação na Copa do Brasil e na Sul-Americana. Nós planejamos brigar pelos títulos. Montamos uma equipe para isso. Se o ano começasse de novo agora eu repetiria a mesma frase: 38 finais no Brasileirão. Aconteceram inúmeros fatores que dificultaram esse início. Hoje a distância é significativa, mas foi só um terço do campeonato. Não estou aqui prometendo nada, mas também não vamos jogar a toalha. Nós vamos poder jogar na nossa casa e queremos mudar esse ambiente do Beira-Rio, esse também é um fator importante. As mudanças que estamos fazendo acontecem com um olhar técnico e tático, mas também anímico. E com esse anímico vamos disputar o campeonato até a última rodada.

 

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

284 pessoas já votaram