Bem atrás do Top 3, Inter teve maior receita fora do eixo Rio-SP

Texto por Colaborador: Redação 06/05/2023 - 02:04

O fosso entre o Flamengo e os clubes mais populares do Estado de São Paulo talvez nunca esteve tão grande. Conforme dados colhidos e organizados pela consultoria Sports Value, o SCI recebeu quase o seu próprio orçamento a menos que a elite financeira formada sobretudo por Flamengo e Palmeiras. Impulsionada pela grande venda de Yuri Alberto (pouco mais de 25 milhões de euros), o Clube do Povo registrou R$ 466,6 milhões em 2022, a maior entre os clubes fora do eixo RJ-SP.

Com uma arrecadação superior a R$ 7 bilhões considerando os 20 principais clubes do país em 2022, mais uma vez Flamengo, Palmeiras e Corinthians impulsionam essas receitas. Em seguida, atrás dos três citados, aparecem São Paulo, Internacional e Atlético-MG. Juntos os cinco clubes somaram R$ 3,9 bilhões. Os outros quinze clubes na lista, somados, arrecadaram cerca de R$ 3,5 bilhões.

Confira abaixo as receitas dos principais clubes em 2022

Flamengo – R$ 1,177 bilhão
Palmeiras – R$ 856 milhões
Corinthians – R$ 779,1 milhões
São Paulo – R$ 657,2 milhões
Internacional – R$ 466,6 milhões
Atlético-MG – R$ 429 milhões
Athletico Paranaense – R$ 370,6 milhões
Red Bull Bragantino – R$ 350,2 milhões
Fluminense – R$ 347,2 milhões
Santos – R$ 341,9 milhões
Grêmio – R$ 340,1 milhões
Fortaleza – R$ 267,9 milhões
Ceará – R$ 173,2 milhões
Coritiba – R$ 164,1 milhões
Cruzeiro – R$ 155 milhões
América-MG – R$ 148,6 milhões
Cuiabá – R$ 133,3 milhões
Bahia – R$ 108,3 milhões
Goiás – R$ 106,7 milhões
Atlético-GO – R$ 100,2 milhões

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

119 pessoas já votaram