Texto por Colaborador: Redação 22/02/2024 - 00:55

Os 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro estão se preparando para uma reunião que pode mudar o cenário do futebol nacional. A proposta em discussão é aumentar o limite de estrangeiros que podem ser relacionados para as partidas, passando de sete para nove jogadores.

Conforme a Itatiaia, a votação, que deve ocorrer no Conselho Técnico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no Rio de Janeiro, está prevista para acontecer entre o fim de fevereiro e o início de março. A decisão final será feita 45 dias antes do início do Brasileirão, que está marcado para começar em 14 de abril e terminar em 8 de dezembro.

Se a medida for aprovada, o Brasil se tornará o país com a maior aceitação de jogadores estrangeiros nas ligas da América do Sul. Atualmente, o Equador lidera essa estatística, permitindo a presença de oito estrangeiros em seus times. Na Argentina, o limite é de seis jogadores, sendo que cinco podem ser relacionados para os confrontos.

No México, nove estrangeiros podem integrar os elencos do país, enquanto, nos Estados Unidos, não há limites para o número de gringos. Em fevereiro do ano passado, os clubes da Série A já haviam aprovado a mudança da regra de cinco para sete jogadores de fora.

A discussão sobre o aumento do limite de estrangeiros no futebol brasileiro é um reflexo da crescente internacionalização do esporte no país, com mais jogadores estrangeiros buscando oportunidades no Brasil e mais clubes brasileiros contratando atletas de fora.

Atualmente, o Inter conta com 8 estrangeiros na equipe principal, enquanti chegará a 9 com a vinda de Rafael Borré.

A possível alteração no limite de estrangeiros ainda pode ter impacto nas movimentações do Colorado no mercado.

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

130 pessoas já votaram