Texto por Colaborador: Redação 05/05/2022 - 00:10

A consultoria Sports Value divulgou no início desta semana um estudo detalhado sobre as finanças dos clubes brasileiros, baseados nos balanços da temporada 2021.

Todos os principais clubes do país, com exceção do Atlético-MG, publicaram seus números oficiais até a data limite de 30 de abril.

Sem novidades, o Flamengo liderou os rankings de faturamento, despesas e superávits. Já o SCI, preocupa no quesito dívidas, com a 4° maior do país, na casa dos R$ 864 milhões.

 Veja os principais rankings de finanças de 2021:

RECEITAS DE CLUBES
1. Flamengo: R$ 1,082 bilhão
2. Palmeiras: R$ 910 milhões
3. Corinthians: R$ 501,8 milhões
4. Atlético-MG: R$ 501 milhões
5. Grêmio: R$ 498 milhões
6. São Paulo: R$ 465 milhões
7. Santos: R$ 406,8 milhões
8. Internacional: R$ 382,2 milhões
9. Fluminense: R$ 313,9 milhões
10. Red Bull Bragantino: R$ 291,3 milhões
11. Athletico-PR: R$ 280,3 milhões
12. Bahia: R$ 208,6 milhões
13. Vasco: R$ 186,2 milhões
14. Fortaleza: R$ 175,1 milhões
15. Ceará: R$ 159,3 milhões
16. Cruzeiro: R$ 143,4 milhões
17. Botafogo: R$ 121,9 milhões
18. Atlético-GO: R$ 113,2 milhões
19. América-MG: R$ 101,9 milhões
20. Sport: R$ 94,1 milhões
*Atlético-MG teve valor projetado pela Sports Value de acordo com o balancete de 6 meses de 2021 e premiações do segundo semestre. Time não publicou o balanço até 30 de abril como os demais clubes

DESPESAS COM FUTEBOL
1. Flamengo: R$ 693,5 milhões
2. Palmeiras: R$ 618,1 milhões
3. São Paulo: R$ 412 milhões
4. Grêmio: 366,4 milhões
5. Corinthians: 331,7 milhões
6. Atlético-MG: R$ 320 milhões
7. Internacional: R$ 282,2 milhões
8. Santos: R$ 254,9 milhões
9. Fluminense: R$ 242 milhões
10. Red Bull Bragantino: R$ 167,8 milhões
11. Athletico-PR: R$ 164,3 milhões
12. Bahia: R$ 158,8 milhões
13. Cruzeiro: R$ 124,4 milhões
14. Ceará: R$ 122 milhões
15. Fortaleza: R$ 106,8 milhões
16. Vasco: R$ 92,1 milhões
17. Botafogo: R$ 85 milhões
18. Atlético-GO: R$ 81,3 milhões
19. América-MG: R$ 66,7 milhões
20. Sport: R$ 65,2 milhões

SUPERÁVITS/DÉFICITS
1. Flamengo: + R$ 177,6 milhões
2. Palmeiras: + R$ 123,4 milhões
3. Vasco: + R$ 122,2 milhões
4. Botafogo: + R$ 78,4 milhões
5. Athletico-PR: + 66,3 milhões
6. Atlético-MG: + R$ 50 milhões
7. Santos: + R$ 43,9 milhões
8. Atlético-GO: + 30,7 milhões
9. Bahia: + R$ 27,8 milhões
10. Red Bull Bragantino: + R$ 22 milhões
11. Fortaleza: + R$ 15,3 milhões
12. Grêmio: + R$ 14,2 milhões
13. Corinthians: + R$ 5,7 milhões
14. Internacional: + R$ 800 mil
15. Ceará: + R$ 300 mil
16. Fluminense: – R$ 2,1 milhões
17. América-MG: – R$ 4,8 milhões
18. Sport: – R$ 70,3 milhões
19. São Paulo: – R$ 106,5 milhões
20. Cruzeiro: – R$ 113 milhões

DÍVIDAS
1. Atlético-MG: R$ 1,260 bilhão
2. Cruzeiro: R$ 1,020 bilhão
3. Corinthians: R$ 912 milhão
4. Internacional: R$ 864 milhão
5. Botafogo: R$ 862,9 milhões
6. Vasco: R$ 709,8 milhões
7. Fluminense: R$ 664,2 milhões
8. São Paulo: R$ 642,5 milhões
9. Santos: R$ 509,1 milhões
10. Palmeiras: R$ 434,1 milhões
11. Flamengo: R$ 428,2 milhões
12. Grêmio: R$ 401,8 milhões
13. Red Bull Bragantino: R$ 274,9 milhões
14. Sport: R$ 230,5 milhões
15. Bahia: R$ 225,3 milhões
16. Athletico-PR: R$ 191,4 milhões
17. América-MG: R$ 91,7 milhões
18. Fortaleza: R$ 36,2 milhões
19. Ceará: R$ 31,8 milhões
20. Atlético-GO: R$ 8,8 milhões

 

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2022?

Sim

Votar

Não

Votar

561 pessoas já votaram