Texto por Colaborador: Redação 06/11/2023 - 02:15

Confira um compilado com as principais declarações do técnico Eduardo Coudet após o duelo diante do Cruzeiro (2x1) de domingo (5), em partida pela 32° rodada do Brasileirão:

Resultado e atuação: "Sabíamos que tínhamos de competir enquanto tivesse parte física para depois pegar a bola e incomodar. Tivemos possibilidade de fazer o 2 a 0 e quando estávamos mais tranquilos... Parece que gostamos de dar emoção ao jogo. Mas em linhas gerais, salvo a parte dos acréscimos, não foi um jogo que sofremos (...) O mais importante é que ganhamos, há 40 anos não vencia o Cruzeiro aqui. Foi um jogo muito difícil e conseguimos sair com a vitória. Fazia muito tempo que não chegava na semi (da Libertadores), muito tempo que não jogava o Gre-Nal da maneira que jogou. Alguma coisa boa temos".

“Sabíamos que seria um jogo difícil por ser um time que jogaria para a frente também. Na parte física também sabíamos que teríamos dificuldades, quando estávamos mais tranquilos o jogo esquentou mas foi uma boa partida (...) É um campeonato muito parelho, na última parte os jogadores chegam cansados e uma coisa vai levando a outra. A falta de intensidade tem ligação com jogar no calor e com o campo. É algo que vai acontecer.”

Trocas: " Estávamos ganhando de 2x0 aos 30 do segundo tempo. Eu tinha jogadores pendurados, jogadores cansados. No último jogo eu também tirei o Alan Patrick porque achei que ele estava cansado. Na última vez, brigamos (ironia). Brigo muito bem e ele não pôde comigo. Brigamos outra vez. Sempre perguntam por que tiro os jogadores, mas eu o coloquei também (...) Tenho cinco substituições e fizemos um grande esforço. Tiramos os jogadores mais de jogo com a bola e entrou gente de característica mais combativa, de fechar o jogo. E acho que deu certo... É minha responsabilidade deixar o time o mais parecido possível, mesmo com as trocas. Tenho que trabalhar com todo o grupo."

Próximo jogo: “Vamos pensar no próximo jogo, que é o Fluminense. Só a 48 horas sei quem vai poder jogar. É a sequência que temos. Tentamos recuperar e que todos estejam 100%. Às vezes temos riscos com alguns, preservamos outros“

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

218 pessoas já votaram