Texto por Colaborador: Redação 20/05/2024 - 00:30

Em entrevista ao CNN Esportes S/A que vai ao ar no domingo (19), Eduardo Magrisso, vice-presidente do Grêmio, falou sobre a decisão da CBF em paralisar o Campeonato Brasileiro. Para ele, a discussão nem deveria ter acontecido “de tão óbvia que era a situação” dos clubes gaúchos.

“A suspensão, que era um pleito que a rigor nem precisaria de tão óbvia que era a situação, de não continuar um campeonato diante da tragédia que Grêmio, Inter e Juventude estão vivendo. Nós somos pessoas, futebol é feito de pessoas, é feito para pessoas, e nós não estamos afastados do contexto do Rio Grande do Sul. Aquela situação que exigia que nós jogássemos futebol, quando sequer a gente tinha posto a salvo as pessoas que nos rodeiam, me parecia por demais absurda (...) Ainda bem que se chegou a uma solução [paralisação]. Isso não resolve o problema, nos dá tempo para se preparar e competir em igualdade de condições.”

O cartola gremista ainda exaltou a união com Internacional e Juventude neste momento de tragédia que o estado atravessa: 

“Nós somos rivais dentro do campo, mas parceiros na vida. Era de nossa preocupação o adiamento dos jogos por uma questão de solidariedade, e por uma questão de preservação do equilíbrio técnico da competição. Isso foi alcançado de forma parcial com esses dois jogos. A gente tem que ver o quanto isso é suficiente ou não, mas certamente a gente vai levar um pleito de que uma entidade como a CBF tem a condição e o dever de socorrer os seus filiados em um momento de tanta dificuldade”.

via Itatiaia

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

218 pessoas já votaram