Texto por Colaborador: Redação 02/03/2024 - 00:30

A transferência de Thiago Maia ao Beira-Rio parece cada dia mais improvável. Apesar das propostas feitas pelo SCI, Flamengo e Lille, que detém os direitos sobre o jogador, se recusam à ceder.

De acordo com o jornalista Venê Casagrande, o conflito de interesses entre cariocas e europeus impede que a negociação avance. Ambos os clubes dividem igualitariamente a posse de Thiago Maia, entretanto, quando o Internacional ofereceu 4 milhões de euros na compra de 50% do atleta, o Flamengo exigiu receber 3 milhões de euros e repassar apenas 1 milhão ao Lille.

O Lille, por sua vez, não aceitou a condição imposta pelo Urubu e pediu no mínio 1,250 milhões de euros, caso o volante fosse vendido, que não aderiu à reinvindicação e, portanto, se recusa a liberar o meio-campista.

O impasse segue paralisando as negociações pelo atleta que tinha o desejo de atuar pelo Colorado, mas tendo em vista este cenário é possível afirmar que não veremos Thiago Maia com as cores do Colorado tão cedo.

Os clubes terão até o dia 7 de março para decidir o destino do volante. No momento, Thiago Maia segue contratado pelo Fla até 2026.

Venê Casagrande avalia situação de Thiago Maia

Em seu canal do Youtube, além de noticiar o ocorrido, o jornalista do RJ também expressou sua opinião sobre a conjuntura onde o jogador está inserido.

Segundo a análise de Venê Casagrande, a diretoria do Rubro-Negro não está sendo sensata ao insistir em impor suas exigências. “Não acho que a diretoria do Flamengo esteja acertando nesse caso do Thiago Maia. Acho que eles poderiam “facilitar a vida do jogador”. Esses 1,250 milhões ja estão custando o salário dele no tempo em que ele está no Flamengo sem ser aproveitado pelo técnico Tite” declarou.

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

130 pessoas já votaram