Gabriel fala sobre sua volta e o que mudou com a chegada de Coudet

Texto por Colaborador: Redação 18/09/2023 - 13:47

Em entrevista ao portal do ge.com, o volante Gabriel falou sobre o seu retorno após a grave lesão, e o que mudou com a chegada do técnico Eduardo Coudet no Gigante da Beira-Rio. Confira os principais trechos.

DECLARAÇÕES:

Como tem se sentido? "É diferente. Fiquei nove meses sem jogar. Até voltar 100%, requer mais tempo. Cobro-me muito, mas preciso ter paciência com o corpo. Sou muito bem tratado aqui. Estou cada dia mais solto, com confiança, leve, com tempo de bola. No ano passado, jogava todas em um nível alto. Isso chegará no momento certo. Jogo, minutos, tempo. O controle de carga tem sido controlado. Quando puder ajudar, estarei preparado."

Como foi esse período afastado? "Foi bem complicado. Parece que passou em câmera lenta. Só quem vive mesmo sabe a dificuldade que é, a luta diária. Você precisa começar do zero. Foi um baque, mas sempre tive uma força mental muito forte. Mesmo baqueado, tentei tirar forças e ajudar o grupo no vestiário da forma como podia. Hoje já consegui virar a chave, posso ajudar em campo e começar uma partida. Foi um processo diferente. Não foi fácil, mas tirei muitas lições. Valorizo cada minuto aqui."

Sobre a sua liderança no vestiário: "Vai muito do perfil de cada um. Alguns são mais retraídos e falam menos. Outros se expõem. O grupo assimila. É legal. Já passei por muita coisa, vivi muito o vestiário e posso ajudar. O principal é o campo. O que faz ali, como se dedica para treinar. É isso o que cobramos no vestiário. Não só ficar da boca para fora, mas o cara ver o que você fala. A atitude no dia a dia é muito forte. A voz no vestiário será só um lembrete. Nosso grupo é muito bom, experiente e já passou por muitas situações."

O que mudou com a chegada do Coudet? "Mudaram algumas situações em formação tática. Mano e o Chacho têm ideias diferentes. Não é dar mérito ou tirar. Cada um tem sua história e forma de trabalhar. Temos que nos adaptar o mais rápido possível. A equipe vem bem, entendeu a ideia. Tivemos dificuldades no começo, mas engrenamos. Agora estamos sendo premiados com a semifinal (da Libertadores), mas nosso objetivo é só um: ser campeão."

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

119 pessoas já votaram