Texto por Colaborador: Redação 27/06/2024 - 00:30

A soma das folhas salariais dos 20 clubes da Série A do Brasileirão alcançou R$ 4,5 bilhões em 2023, representando 51% das receitas totais de R$ 8,8 bilhões. Esses números fazem parte do Relatório Convocados, elaborado pela Consultoria Convocados em parceria com a Galapagos Capital e a Outfield.

É importante notar que, devido à falta de detalhamento nas demonstrações financeiras, o cálculo engloba todos os "gastos com pessoal" de cada clube, incluindo salários, encargos, direitos de imagem e de arena, premiações e deduções previdenciárias de todos os funcionários, não apenas do elenco profissional.

Maiores gastos com pessoal em 2023 (via Lance ! Biz).:

1. Flamengo: R$ 503 milhões
2. Palmeiras: R$ 448 milhões
3. São Paulo: R$ 380 milhões
4. Corinthians: R$ 309 milhões
5. Fluminense: R$ 302 milhões
6. Atlético-MG: R$ 279 milhões
7. Botafogo: R$ 258 milhões
8. Red Bull Bragantino: R$ 257 milhões
9. Grêmio: R$ 240 milhões
10. Santos: R$ 203 milhões
11. Internacional: R$ 203 milhões
12. Vasco: R$ 182 milhões
13. Athletico-PR: R$ 164 milhões
14. Fortaleza: R$ 151 milhões
15. Bahia: R$ 149 milhões
16. Coritiba: R$ 135 milhões
17. Cruzeiro: R$ 125 milhões
18. América-MG: R$ 111 milhões
19. Cuiabá: R$ 85 milhões
20. Goiás: R$ 58 milhões

 

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa titular de 2024?

Sim

Votar

Não

Votar

284 pessoas já votaram