Texto por Colaborador: Redação 14/10/2023 - 04:55

Em entrevista ao programa Show dos Esportes, da Gaúcha, na noite de sexta-feira (13), o candidato da oposição a eleição do Internacional, Roberto Melo, detalhou planos caso seja o eleito e voltou a relembrar a relação com Eduardo Coudet, que teve o trabalho à frente da equipe colorada elogiado. Confira os principais trechos:

"Eu gosto muito do Coudet, tanto que fui eu que o contratei em 2019. Em sentia que precisávamos jogar de uma forma diferente. É um treinador que eu gosto, que está fazendo um bom trabalho. Não conseguiu conquistar alguma coisa, mas o trabalho é bom. O time evoluiu e mostrou uma cara que o torcedor gosta. O que faltou foi reposição. Quando alguns jogadores cansam, a reposição cai demais e isso fez muita diferença (...) A dívida vem aumentando há muito tempo. Ela vem crescendo. Nesses últimos três anos, ela continuou aumentando. É uma dificuldade que o clube tem de equacionar, como os juros absurdos que o clube paga. Temos de buscar alternativas. Uma delas é formar jogadores. Tem de construir o seu CT. A (última) gestão faturou quase R$ 1 bi e não investiu um real. Os nosso times vencedores sempre tiveram jogadores da base. Temos de formar jogadores e vendê-los para fazer recursos."

"O Inter está rachado. Queremos pacificar o clube. Quando vencemos os títulos de 2006 a 2010, com o Fernando Carvalho, o mérito dele era de aglutinar as pessoas no mesmo propósito. Precisamos gerar novas receitas, ir atrás de investidores. O Inter tem grandes colorados espalhados pelo Brasil afora. Não é possível que não se apresente uma ideia, como a de um fundo direcionado para pagar dívidas, investir em jogadores e construir o CT. Temos de ter criatividade."

Categorias

Ver todas categorias

Você está otimista para a temporada 2024 do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

232 pessoas já votaram