Texto por Colaborador: Redação 06/12/2021 - 22:00

O Inter encerrou a temporada no Beira-Rio na noite desta segunda-feira frente o Atlético-GO, pela penúltima rodada, precisando vencer para manter vivas as chances por uma vaga à Libertadores. Com sua equipe considerada "ideal", o técnico Diego Aguirre teve uma semana para treinar, enquanto os goianos chegavam de viagem e tendo atuado há apenas três dias, em Chapecó. Todo esse cenário favorável, todavia, acabou justamente quando a bola começou a rolar, com a esquadra alvirrubra repetindo o vexame de toda temporada.

Após um primeiro tempo confuso e com um Dragão mais perigoso e consistente, o Inter abriu o placar com Yuri Alberto, após o camisa n° 11 perder dois gols inacreditáveis. Sofrendo a virada de maneira meteórica - tendo dois volantes em campo - o treinador vermelho botou todo o time para frente após uma série de trocas na etapa final, com os jogadores claramente pressionados e nervosos, mas sem nenhum sentido coletivo. Mesmo tendo a bola em grande parte do segundo tempo, o goleiro Fernando Miguel praticamente não trabalhou, escancarando a destruição alvirrubra em 2021. De vice-campeão brasileiro em 2020 para absolutamente NADA 10 meses depois. A vaga continental está morta e uma Sul-Americana parece até demais para tamanha incompetência. Após o apito final, a vaia ecoou na garganta dos torcedores, mas foi até pouca para tamanha desqualificação. 

Com o placar, o Clube do Povo afunda ainda mais, ficando no medíocre 12° lugar, com 48 pontos. Agora, Aguirre & Cia retornam a campo na próxima quinta-feira (9), às 21h30, diante do Bragantino, em Bragança, no último jogo do ano.  

LANCES DO JOGO E ESTATÍSTICAS ETAPAS

1° TEMPO: Finalizações 6x7 | Posse de bola 49% x 51%

2° TEMPO: Finalizações 11x2 | Posse de bola 70% x 30%

DESTAQUE POSITIVO: MOISÉS, BRUNO MENDEZ E CUESTA

FICOU DEVENDO: TAISON, YURI ALBERTO E SARAVIA

FICHA TÉCNICA & CURIOSIDADES

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

911 pessoas já votaram