Texto por Colaborador: Redação 21/07/2022 - 00:20

O empate do Inter em 3 a 3 com o São Paulo nesta noite de quarta-feira (20/07) marcou a despedida de dois laterais, um direito e outro esquerdo, após ambos atletas confirmarem na zona mista sua saída do Beira-Rio. Negociados ao futebol europeu, tanto Moisés como Heitor tiveram palavras de carinho e agradecimento ao SCI, após mais de 2 anos de clube. Confira suas últimas palavras como colorados às rádios de Porto Alegre (Band, Guaíba e GreNal):

MOISÉS

"Sou muito grato ao Inter. Quando em dezembro de 2019 o Rodrigo Caetano e o D'alessandro me ligaram, não pensei duas vezes".

"Por um tempo fui criticado. Acho que isso, no futebol brasileiro, é normal. Sempre procurei responder dentro de campo, em silêncio (...) O torcedor sabe que eu sempre tentei dar o meu máximo. Claro que tive alguns erros em algumas partidas, mas sempre procurei respeitar o torcedor com minha entrega, minha raça dentro de campo (...) Eu vou pro CSKA. Já conversei com a diretoria. Gratidão pelo torcedores que me apoiaram hoje e, também, por esse carinho que eu venho recebendo. O que fica é isso: gratidão pelo Internacional

"Realmente, tem a guerra. E foi pensado por mim e por meus agentes só disputar o campeonato russo e algumas copas. Mas é uma oportunidade muito boa para a minha carreira. Sempre tive o sonho de jogar lá fora. É um desafio novo e vejo como uma oportunidade muito boa. Agora é aguardar que dia eu vou viajar, mas acredito que meu último jogo pelo Inter foi hoje".

sobre Thauan Lara: "É um garoto que se destacou na base. É um garoto que tem muito a evoluir. Tem qualidade. Peço que o torcedor continue apoiando os garotos da base, porque ele tem um futuro brilhante pela frente (...) Não é deixar o Inter. A lateral-esquerda do Inter está bem servida com Renê, Paulo Victor e Thauan Lara".

HEITOR

“Estou saindo do Inter. É um empréstimo de uma temporada ao Cercle Brugge, da Bélgica. Tô indo [pra Bélgica]. Amanhã, eu viajo. Fico feliz de fazer minha despedida aqui e ter ajudado a equipe. Espero um dia voltar. Não tem muito o que falar, só agradecer".

"Sei que, em alguns jogos, falhei, mas aprendi com meus erros. Nos últimos três jogos, pude contribuir muito bem e isso fica. O sentimento é de gratidão e aprendizado".

Moisés deixa o Clube Povo com 103 jogos, 3 gols e 16 assistências. Já Heitor registra 90 jogos, 2 gols e 9 assistências.

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

912 pessoas já votaram