Texto por Colaborador: Redação 07/07/2022 - 02:05

O fogo não esteve apenas nas ruas de Porto Alegre nesta última fria terça-feira, mas também dentro do coração de cada torcedor colorado que empurrou o time até uma vitória histórica. É verdade que o Inter começou cambaleante, com alguns jogadores como Edenilson e Gabriel totalmente fora da partida, mas o que mais assustou foi mais um erro do goleiro Daniel, logo no início do jogo. Cometendo um penalti infantil que logo foi convertido pelo atacante do Colo Colo, parecia a repetição de um filme muito visto no Beira-Rio nestes últimos anos.

Mas, só pareceu mesmo, pois o show da torcida colorada chegou em alguns jogadores e um deles foi o nome da noite. O arquiteto da classificação colorada, Pedro Henrique. Ele e Alemão demonstraram uma vontade digna da camiseta vermelha e foi assim que surgiu o primeiro gol do Inter, em uma bola que parecia perdida na entrada da área do Colo Colo, o ponta colorado brigou pela bola e na sobra Alan Patrick dominou, passou pelos zagueiros e marcou.

Este gol incendiou o Beira-Rio e a partir disso o Inter se mostrou mais forte e vibrante, passou a ganhar divididas e sonhar novamente com a classificação. Três minutos após o primeiro gol em uma linda jogada de Moisés, o até então sumido Edenilson aparece e marca, fazendo o estádio explodir e o time se impor ainda mais e melhorar muito em relação a si mesmo, principalmente após a entrada de Taison aos 38 minutos de partida.

Com a melhora do time e de alguns jogadores como Edenilson e Bustos, o Inter passa a dominar o jogo e se impor perante o assustado Colo Colo. Até que aos 60 minutos, Alemão marca e o Beira-Rio vem abaixo, o caldeirão se intensifica mais e passa a lembrar muito o que era antes da reforma do estádio e da extinção da saudosa Coreia. Após o gol de Alemão, foi só questão de tempo pro homem do jogo aparecer novamente e aos 74, após um belo passe de Bustos. Pedro Henrique mata o jogo e acaba com o já abatido Colo Colo.

Bem é verdade que os primeiros 25 minutos do Inter foram assustadores. Sem falar nas repetitivas falhas do goleiro Daniel em momentos decisivos. Mas uma coisa tem que ser dita, o Inter cresceu no momento difícil. Bem é verdade que a torcida segurou o time nos piores momentos, mas a atuação de Pedro Henrique, de Alemão e Bustos tem que ser exaltadas. Pois nos momentos mais complicados do jogo, esses três jogadores mantiveram o coração na ponta da chuteira e lutaram por cada palmo de grama. Diferente de alguns jogadores como Gabriel que sumiu em campo e de Edenilson que apesar de fazer uma ótima partida após o segundo gol colorado, estava sumido nos momentos mais difíceis e isso não pode ser a característica de um capitão, como Edenilson era ontem.

Autor: Vinicius Rosa

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

1052 pessoas já votaram