Texto por Colaborador: Redação 13/06/2022 - 04:33

O Internacional não tomou conta do tão temido Flamengo e logo aos 46 segundos com uma marcação alta e uma retomada de bola de David, fez seu primeiro gol com Wanderson, fazendo instantes depois o Flamengo cair na armadilha de Mano. Recuando as linhas e esperando o Rubro-Negro, o Inter passou a dominar o jogo e controlar os cariocas.

Bem verdade é que o Flamengo tomou a posse da bola pra si, mas de que adianta ter a bola sem ser contundente? E de tanto girar a bola, o Flamengo acabou errando justamente pelos pés de um dos que menos costuma errar, o meia Everton Ribeiro, e de mais uma roubada surge o segundo gol do letal Wanderson. E durante todo o primeiro tempo foi assim, um Inter dominante sem ter a bola e que controlou o ataque mais letal da América do Sul, apresentando um único erro, um lance nas costas de Bustos que Bruno Henrique acerta a trave.

O segundo tempo muda um pouco de figura e o Flamengo melhora após a entrada de Marinho, mas a melhora é em relação a ele mesmo, pois o Inter seguiu sendo superior e a segurar o Flamengo, até que em mais uma jogada de Bruno Henrique, o Flamengo descontou. Porém, o Inter segue resiliente e aos 67 quando Taison, Alemão e Johnny entram, o confronto muda de figura mais uma vez.

O Inter passa a neutralizar totalmente o time de Dorival, principalmente após a entrada de Pedro Henrique, que dá uma assistência espetacular para Taison que perde um gol inacreditável. A verdade é que após a entrada de Pedro Henrique, o Inter passa a ser muito mais perigoso, era o “sangue novo” que a equipe precisava. E aos 90, em mais uma jogada do camisa n° 28 em cima de Matheuzinho, o lateral rubro-negro comete um pênalti. O próprio Pedro Henrique cobra e coloca fim num jogo já dominado pelo Colorado.

Do primeiro ao último minuto o Inter se mostrou superior ao forte Flamengo. Alguns ajustes ainda precisam ser feitos: Bustos é um lateral muito frágil defensivamente e que foi facilmente batido por Bruno Henrique, que pouco fez por conta das ótimas partidas de Mercado e Vitão, sem falar que vimos um Dourado diferente desta vez em campo, um jogador muito superior as suas últimas atuações. Resta agora descobrir se este avassalador Inter é o que irá se manter perante todo o campeonato ou se a montanha-russa colorada irá aparecer de novo. A verdade é que o trabalho de Mano Menezes mostra evolução a cada dia, resta saber se os jogadores seguirão com a mesma gana que estão demonstrando nos últimos jogos.

Por: Vinicius Rosa

Categorias

Ver todas categorias

Mano deve permanecer em 2023?

Sim

Votar

Não

Votar

172 pessoas já votaram